User Password:

Title Image

Blog

A colaboração como combustível para a novidade

ms

O diretor de comunicação do grupo Cinépolis, Gabriel Calderón, apresentou no CONAREC (Congresso Nacional das Relações Empresa-Cliente) o case da organização, que utilizou a colaboração como estratégia para promover o crescimento e desenvolvimento profissional de seus mais de 30 mil colaboradores. A Cinépolis é a maior quarta maior operadora de cinema do mundo e pioneira no conceito de “cinema de luxo”, e precisava otimizar o relacionamento entre os colaboradores da empresa – que atua em mais de 200 cidades pelo mundo.

A solução encontrada foi adotar, em abril de 2014, uma comunidade interna de colaboração, baseada no software líder de mercado Jive, para melhorar a comunicação, gerir conteúdo e reforçar a ideia de trabalho em equipe. Em pouco mais de um ano, a Cinet – nome dado para a plataforma – se consolidou como um espaço de inovação, desenvolvimento de talentos e aprendizagem. Diversas ideias sugeridas pelos próprios funcionários foram adotadas, garantindo, entre outros benefícios, um novo modelo organizacional e a economia de mais de US$ 500 mil. Atualmente, o principal foco do grupo Cinépolis, como corporação, é promover mais comunicação entre seus colaboradores e maior demanda interna por informações.

A adoção de ferramentas e processos de colaboração, como a plataforma Jive, tem como base a comunicação e a conectividade para incentivar a colaboração e criar um ambiente de troca de experiências e informações. Dessa maneira, consolida-se um ecossistema digital, que envolve todos os colaboradores da organização de maneira segura e consistente e otimiza processos e investimentos. A escolha pelo modelo social de negócios – como é classificado o conjunto de ferramentas, processos e tecnologias colaborativos – pode ser adaptada de acordo com a estratégia da empresa: seja para a troca interna entre colaboradores ou para o suporte e atendimento a clientes e parceiros externos.