User Password:

Title Image

Blog

10 motivos para contratar uma empresa brasileira de CX

Nem sempre é preciso buscar fora o que se pode encontrar aqui mesmo, no Brasil. Isso vale, principalmente, para produtos e serviços que ajudam o seu negócio a ir além — com mais experiência, inteligência e conhecimento de mercado. Quando falamos em Customer Experience, então, uma empresa com o selo 100% nacional pode ser uma importante vantagem competitiva.

Para mostrar o que faz uma empresa brasileira ser a melhor opção para sua estratégia de gestão do relacionamento com o cliente, listamos 10 motivos de peso para apostar nesta contratação. Confira!

1. Entender bem do mercado

O mercado de consumo do Brasil é, sem dúvidas, um dos mais complexos que existem no mundo. Nossas leis e órgãos regulatórios – que fiscalizam a precificação e distribuição dos serviços e produtos de interesse público – protegem os consumidores, mas podem confundir sistemas e empresas criadas em outras circunstâncias

Fruto de iniciativas regulatórias, alguns exemplos “jabuticabas” – que praticamente todo brasileiro já ouviu e até usou, mas não são comuns em outros mercados internacionais – são o Código de Defesa do Consumidor e o Código Civil. No campo das agências de regulação de setores, o Brasil também é bem munido dos órgãos como a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), entre outras.

2. Ter experiência

Se tem algo que podemos apontar no mercado brasileiro, isso se chama imprevisibilidade. O nosso país é conhecido mundialmente por ter uma economia que não segue exatamente um roteiro. E isso não muda mesmo em períodos de crescimento econômico ou de maior de estabilidade.

Portanto, uma empresa que tenha experiência de mercado, com conhecimento dos players mais importantes, e que saiba lidar com momentos de grande impacto na economia — sejam eles positivos ou negativos — faz um grande diferencial. Além disso, quanto mais experiência a empresa tiver, maiores são as chances de atuar com agilidade e criatividade em soluções.

3. Atuar em escala continental

O Brasil tem 8.511.000 km², de ponta a ponta. Considerando esse dado na formulação da estratégia de negócios de uma empresa de CX, isso significa uma atuação em grande escala. Como um todo, o mercado se transforma naturalmente em algo muito mais abrangente, com impacto continental.

Ou seja, o conhecimento da diversidade de região para região, de capital para capital, e até mesmo de sotaques e costumes, faz uma enorme diferença na hora de optar por uma empresa nacional ao invés de outra no exterior – são particularidades que demoram muito a serem compreendidas por quem não está inserido nesse contexto.

4. Conseguir se adaptar às mudanças

O Brasil é um país que vive sempre alguma mudança. Olhando apenas para a moeda, por exemplo, desde os anos 1980 já foram cinco: tivemos o Cruzeiro, Cruzado, Cruzado Novo, Cruzeiro, Cruzeiro Real e, finalmente, o Real. Com tantas novidades, é fundamental que uma empresa consiga se adaptar e se reinventar.

Aqui, vale mais uma reflexão: a inflação. Ela é, sem dúvidas, um fator determinante na oferta de serviços. E, no caso do CX, uma empresa que consegue se adaptar sem perder o valor do seu negócio, já demonstra, no mínimo, ter maior facilidade, habilidade e experiência para sair do lugar comum — um sinal de que consegue manter o foco mesmo em situações de crise ou instabilidade econômica.

5. Ter fluência regional e conhecimento cultural

O Brasil tem 26 estados. De municípios, são 5.570. É um país rico em linguagem, gírias, expressões e formas faladas regionalmente. Uma empresa fundada e que atue em São Paulo, por exemplo, não pode adotar a mesma linguagem para clientes do Nordeste. São outras pessoas, com outras visões, que se expressam e têm objetivos completamente diferentes.

Para se destacar, é preciso ser fluente na linguagem multifacetada que o Brasil tem. E isso envolve também ter amplo conhecimento cultural de cada região. É saber como falar e se portar, e entender o que aquela cidade precisa. Quanto mais parecer que a empresa “é de casa”, mais próxima ela se torna do público, mais confiança ela ganha.

6. Conhecer profundamente o sistema tributário

Uma das características mais marcantes da economia do Brasil é o seu sistema tributário, considerado um dos mais complexos do mundo por ser extenso e complicado. Atuar no mercado nacional não é tarefa para amadores. É preciso mais.

Além de todos os requisitos básicos que listamos até aqui, talvez esse seja um verdadeiro tendão de Aquiles para qualquer empresário.

Portanto: é essencial ter amplo conhecimento tributário da cadeia de valor que será atendida, levando em conta alguns dos impostos mais praticados por aqui e que são cobrados de forma e em esferas diferentes.

7. Atender em 360 graus

Equipes que apoiam sua estratégia de ponta a ponta. Já pensou poder contar com uma empresa brasileira que pode mesmo atender suas demandas em absolutamente todas as etapas? Estamos falando de plano de negócio, implementação do projeto e suporte em qualquer etapa.

Em outras palavras, imagine o seguinte: você escolheu como parceiro uma empresa bem experiente, mas com sede na Espanha. Aqui no Brasil, ela tem escritório próprio, com alguns braços de atendimento. Porém, o seu suporte é todo feito em outro lugar, na Índia. Já pensou a dificuldade que será para conseguir comunicação quando mais precisar?

Não seria melhor encontrar uma empresa que estivesse por aqui mesmo, no mesmo fuso horário? Que pudesse fazer o seu atendimento, acompanhamento, suporte, ou participar de qualquer etapa do seu negócio? Sem burocracias, sem fuso horário, no mesmo idioma, de fácil contato.

8. Usar o caminho menos complicado: o câmbio local

O dólar nunca esteve tão volátil. Por influência de vários fatores, não apenas da economia, a conta pesa quando ao balanço financeiro somam-se impostos sobre operações financeiras internacionais e a conversão do câmbio.

Quando todos esses fatores influenciam o seu fluxo de caixa, ter como parceiro uma empresa local diminui os custos e os riscos de variação de gastos, aumentando as vantagens de pagar em Real.

9. Ser aberta a negociação

O brasileiro gosta e pratica a arte de negociar. Para ele é fundamental poder contar com a possibilidade de ajustes feitos sob demanda para o que precisa. Muitas vezes, o que falta para um contrato ser fechado é aquela facilidade de negociar valores, permutas, formas de entrada, multas rescisórias, quebra de contrato, entre outros.

Quanto mais a empresa se mostrar “aberta para conversação”, melhor. Você pode, inclusive, se sentir mais à vontade em estar fechando acordo com alguém que não vê apenas números, mas sim está preocupado com o sucesso do seu negócio.

10. Manter padrões de Governança diferenciados

Uma empresa com seu DNA em Customer Experience e Sucesso do Cliente, precisa ter bem definidos os seus padrões de governança. Afinal, com isso caminhando bem, o alinhamento estratégico, a entrega de valor, gestão de riscos e de recursos, além de mensuração de desempenho ficarão em harmonia com as metas e objetivos da empresa e da estratégia de CX.

Algumas práticas que são diferenciais: ser 100% cloud based, por exemplo, traz maior escalabilidade, com crescimento conforme a demanda; oferecer SaaS, inclui na prestação de serviço toda a estrutura necessária para a disponibilização do sistema; arquitetura de informação e segurança da informação estando sempre no centro e como pilares do negócio.

Características da empresa ideal

Enfatizando as vantagens em investir numa empresa de CX brasileira, não podemos esquecer de nomear algumas características chave para essa escolha:

Software modular – opte por soluções modulares, de acordo com as necessidades estratégicas do seu mercado e da sua empresa. Isso, inclusive, é algo bem característico do mercado nacional de CX;

Softwares integráveis – como todo bom brasileiro, faz boa vizinhança com todo mundo. API aberta, plug-in universal, facilidade de adaptar e integrar sistemas velhos e novos são essenciais para integrar os sistemas nativos;

Equipe sênior – conhecimento de mercado envolve mais do que apenas uma carreira sólida, mas sim ter um bom relacionamento com players de peso, possuir ampla vivência, além de dominar e entender o que será tendência;

Experiência em todas as verticais do mercado – tem conhecimento no setor de comunicação? Telecomunicação? Saúde? Varejo? Alimentos? Procure por uma empresa com cases consistentes em todas as áreas do mercado.

Esses 10 motivos são um bom começo na hora de escolher a empresa que fará o seu Customer Experience. A Plusoft atende a cada um desses requisitos, e mais: conta com soluções que transformam o CX em um ativo de alto valor na cadeia de qualquer negócio. Por aqui, também temos o mesmo peso e experiência (com o gingado brasileiro) que uma empresa lá de fora.