0800 701 1611 | 8h às 18h

Usuário: Senha:

Title Image

Blog

5G: o que é, o que faz e onde está

Alguém ainda lembra quando nossos celulares começaram a acessar a internet móvel? Sim, já faz um “tempão”: em 1996 a Nokia teve o primeiro aparelho com acesso móvel — mas, ainda não era para todos os meros mortais. Passado mais algum tempo, por volta dos anos 2000, os smartphones começaram a aparecer e aí sim iniciamos nosso histórico de amor&dependência com a rede móvel.

Pois bem, daí para a evolução da conexão via internet foram alguns pulos, primeiro passamos para o 2G, 3G e, agora, 4G. Porém, daqui a pouquíssimo tempo, estaremos vivenciando o 5G, já denominada uma nova era digital, que nos levará a outro patamar de conectividade, comunicação, facilidades e praticidade no dia a dia.

 

4G x 5G

O que será que realmente diferencia uma geração de tecnologia sem fios da outra? A velocidade e transmissão de dados. O 4G, usado atualmente, já é considerado bem rápido, com uma altíssima capacidade de upload e download em qualquer dispositivo móvel e tem, em média, uma velocidade de transferência de 1GB por segundo.

Agora, pasmem, o 5G chegará com nada mais nada menos que uma velocidade de 10 GB por segundo. Isso quer dizer, por exemplo, a conexão ideal para que absolutamente qualquer aparelho eletrônico possa se conectar a internet e fazer trocas de dados em um tempo recorde.

É o caso da Internet das Coisas, que precisa mesmo de uma tecnologia como essas para integrar 100% os dispositivos à internet, principalmente quando falamos em smart TVS, serviços de segurança, automóveis e outros aparelhos domésticos. Para colocar aquela cereja no bolo, você poderá baixar um filme HD completo em s-e-g-u-n-d-o-s.

 

Possibilidades com o 5G

Quando falam que entraremos em uma nova era digital com o 5G, isso não é exagero. Algumas das possibilidades que a rede trará são:

–  90% a menos de consumo de energia se comparado ao 4G;

–  100 vezes mais aparelhos conectados à internet;

–  Dispositivos móveis com maior durabilidade de bateria;

– Mais rapidez na comunicação entre veículos autônomos;

– Realização de cirurgias remotas com a ajuda de robôs e inteligência artificial. Resultado: melhoria no cuidado da vida humana e auxílio a regiões distantes e sem profissionais suficientes para a cura, entre outros.

– Assistir ao futebol, show, ou qualquer apresentação na TV por meio da realidade aumentada;

– Transmissão e ligações por telefone com a ajuda de holográficos — sim, digamos que essa é a visão mais próxima que tínhamos quando pensamos em futuro, não é mesmo?

 

Onde ele já é realidade

Sim, o 5G começou a rodar em países como Canadá, EUA, Austrália e Coreia do Sul, mas não se engane que ele ainda não chegou “lá”. Ainda há um longo caminho a percorrer, principalmente em relação a estabilidade do sinal, de aparelhos que estão prontos para recebê-lo e da facilidade de acesso por qualquer pessoa.

Contudo, aqui para as terras tupiniquins, a previsão é que ele comece a ganhar espaço já em 2020, atingindo o auge em 2025. Ou seja, daqui a 5 anos esperamos estar imersos nessa velocidade impressionante que o 5G é capaz.

A notícia boa é que, mesmo já nascido no exterior e começando a crescer como deve ser, o Brasil tem tudo para seguir o formato e estarmos também dentro desse universo tecnológico futurístico — como deve ser e, convenhamos, também queremos.