Hospitais e Laboratórios

Hospitais e Laboratórios

O setor de HealthCare (clínicas, hospitais e laboratórios clínicos) é um dos maiores segmentos da economia nos países industrializados.Apesar disso, essa área apresenta problemas complexos de administração, ocasionando ineficiência, duplicações e perda de crédito.

Nesse cenário, qual seria o melhor caminho para garantir a lucratividade e manter a qualidade e o nível de atendimento esperado pelos clientes/pacientes?

A limitação do foco na prestação pura e simples do serviço, sem nenhum indício de pró-atividade ou personalização, observada até pouco tempo no segmento de healthcare, dificultava programas de prevenção, gerando atendimentos mais onerosos. Além disso, o alto índice de erros no primeiro diagnóstico (resultado da falta de interação entre paciente e comunidade médica) desencadeia aumento de custos e insatisfação.

Nos últimos dez anos, no entanto, os órgãos privados de saúde perceberam que o segredo para equacionar todas essas questões estava nas boas práticas da gestão, sobretudo no âmbito do gerenciamento do relacionamento com o cliente, nesse caso, o paciente!

Diferentemente de outros setores da economia, os hospitais e centros de saúde não podem sugerir que seus “clientes” voltem sempre. O segmento hospitalar, todavia, atentou para o fato de que pode e deve investir em soluções para tornar o atendimento mais simples e personalizado, transformando esse momento em uma experiência mais agradável.

Muitos gestores do segmento de saúde, encontraram na tecnologia da informação uma poderosa aliada. Há exemplos e cases em que o conhecimento do cliente/paciente proporcionou enorme aumento de satisfação e otimização de rentabilidade nesse relacionamento tão delicado e complexo entre pacientes e entidades de saúde.

 

ATIVIDADES ESPECÍFICAS PARA O MERCADO DE HEALTHCARE:


CENTRAL DE SERVIÇOS:

• Marcação de Cirurgias;

• Marcação de Exames;

• Marcação de Consultas;

• Pré-internação


SAC:

• Atendimento pessoal;

• Registro de todas as manifestações efetuadas através de formulários, fax, e-mail, pessoalmente ou pelas visitas aos pacientes internados;

• Acompanhamento de todos os processos e respostas aos clientes;

• Visitas aos pacientes internados;

• Pesquisa pós-internação e tabulação dos dados;

• Agendamento e acompanhamento de visitas ao hospital;

• Transferências para outros hospitais;

• Serviço Social;

• Atendimento de familiares de pacientes com óbitos;

• Relatório de satisfação e manifestação dos clientes.